Sobre orquídeas guia essencial

Sobre orquídeas guia essencial

 

É bom saber tudo sobre orquídeas antes de iniciar o cultivo, pois cada detalhe é fundamental para que cresçam saudáveis e floridas.

As orquídeas são consideradas umas das mais lindas espécies de flores e são capazes de saber tudo sobre orquídeas faz bem para a cultivaçãoembelezar qualquer ambiente, além disso elas também se adaptam em pequenos espaços.

São plantas que proporcionam muito prazer aos seus cultivadores, funcionam até mesmo como terapia e muitas pessoas as têm como verdadeiras companheiras.

Isso acontece porque as orquídeas são encantadoras e podem viver por bastante tempo se receberem os cuidados adequados.

O primeiro passo é entender a diferença de cada espécie, as orquídeas podem ter variação nos cuidados de acordo com cada classificação, que podem ser: rupícolas, terrestres ou epífitas.

As epífitas vivem em troncos secos, galhos de árvores, sem retirar nutrientes do lugar onde estão fixadas.

As terrestres vivem diretamente no solo, são quase metade do total de orquídeas. E as rupícolas são as que vivem entre as rochas, pois gostam de umidade.

Como se pode perceber, cada ambiente em que as espécies de orquídeas vivem é bastante diferente um do outro. Então não vale a pena tentar cultivar uma orquídea de terra em uma rocha, pois só resultaria no desgaste da planta e logo em seguida em sua morte.

O guia essencial para que sua orquídea viva bem, inclui essas e muitas outras informações úteis. Receba esse passo a passo gratuitamente em seu e-mail, basta inserir seus dados abaixo.

 

Como cuidar de orquideas

 

Depois de entender onde cada espécie de orquídea vive é mais fácil ajudá-la a desenvolver, pois a partir disso você poderá suprir as necessidades que cada uma possui.

Cuidar de orquídeas não é tão complicado, o segredo é sempre respeitar suas particularidades. conhecer a espécie de orquídea facilita o cultivoComo por exemplo, não é bom forçar as florações, cada orquídea tem o seu próprio tempo e precisa recompor as energias para que consiga florir novamente. Na fase de floração elas carecem muito mais de nutrientes e durante o seu repouso não é necessário oferecer tantas regas ou adubos.

Falando em regas, cada categoria de orquídea precisa de uma certa quantidade de água. No geral uma coisa é certa, as orquídeas não podem receber água com muita frequência. Isso porque água demais apodrece as raízes e pode ocasionar diversas doenças nas plantas. Tudo também depende da temperatura do local onde se encontram, se for um lugar com bastante calor, a orquídea pode ganhar algumas borrifadas de água para refrescar, pois altas temperaturas queimam as flores e folhas.

A luminosidade também é muito importante, assim como as altas temperaturas queimam as orquídeas, o sol direto é ainda pior. Então o ideal é manter as orquídeas recebendo luz indiretamente, com exceção daquelas que vivem diretamente no sol, que é o caso de algumas terrestres.

É fundamental que você não se baseie apenas nessas informações, veja abaixo um guia com os cuidados que cada orquídea necessita. Nesse guia você encontra um passo a passo de tudo que é fundamental para sua orquídea ser saudável. Coloque o seu e-mail abaixo e receba gratuitamente!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Previous post:

Next post: