Como Fazer Muda de Orquídea

Como Fazer Muda de Orquídea

como fazer muda de orquídea

Como fazer muda de orquídea é uma dúvida bastante comum entre os cultivadores de orquídeas. Saber fazer muda de orquídea é importante para a própria planta, de forma que ela não fique sobrecarregada, além de ser muito importante para empresas e orquidários de grande porte, em função de aumentar sua produção com um custo mais baixo. Portanto, seja você um cultivador iniciante de orquídeas ou um profissional do ramo, será essencial você saber como fazer muda de orquídea.

As mudas de orquídeas são feitas a partir da planta adulta, logo após a primeira floração da planta. Geralmente, a divisão da planta pelos rizomas é a técnica mais fácil de fazer muda de orquídeas, porém, nem sempre ela é a ideal. Dependendo da espécie da orquídea e da classificação de seu crescimento, a técnica utilizada deve ser diferente.

Como fazer muda de orquídea de acordo com o seu tipo de crescimento

Existem dois tipos de crescimento de orquídeas: as monopodiais e as simpodiais.

como fazer muda de orquidea

As orquídeas monopodiais são aquelas que possuem uma haste principal que cresce verticalmente. As flores dessa orquídea surgem por meio de hastes menores que crescem a partir da haste principal, entre o seus nós e as folhas. Orquídeas com este tipo de crescimento possuem pouca capacidade de armazenamento de água e, em alguns casos, suas raízes podem ficar expostas de forma a captarem mais umidade do ar. Por esse motivo, as orquídeas monopodiais são mais difíceis de serem feitas mudas. Para quem cultiva esse tipo de orquídea em casa e é iniciante, não é recomendável fazer mudar dessa planta. Exemplos de orquídeas monopodiais são as phalanopsis e as vandas.

Já as orquídeas com crescimento simpodial crescem de forma horizontal e descontínua. Neste processo, elas acabam criando os rizomas, estruturas que acumulam os nutrientes para as orquídeas. Destes emergem brotos que, quando terminam de amadurecer, são chamados de pseudobulbos, estruturas que armazenam água para a orquídea. Em função desta estrutura diferenciada, é mais fácil de fazer mudas a partir de orquídeas simpodiais. Um exemplo comum deste tipo de orquídea é a cattleya.

Como fazer muda de orquídea simpodial

como fazer muda de orquidea

A técnica de divisão de orquídeas pelo rizoma é aplicada em orquídeas de crescimento simpondial. É importante que a orquídea a ser dividida tenha ao menos 6 pseudobulbos. Desta forma, separe 3 pseudobulbos para a nova muda da orquídea.

Antes de realizar qualquer corte na planta, tenha atenção a alguns cuidados essenciais. O primeiro deles é se certificar que está no período correto de realizar o corte. Para a planta esse corte é motivo de estresse, dessa forma, o melhor momento para realizar o corte é quando a planta está criando novos brotos, ou seja, em seu período de crescimento. O segundo cuidado essencial é com as ferramentas e o espaço onde você irá trabalhar com a orquídea. Tanto o espaço onde você estiver quanto as ferramentas que você irá utilizar devem estar muito limpos e esterilizados.

Para iniciar o processo de fazer muda de orquídeas, primeiro uma dica para facilitar o manuseio: tire a orquídea delicadamente do vaso. Algumas pessoas conseguem fazer todas as etapas com a orquídea dentro do vaso, porém, é necessário já ter certa experiência para evitar erros.

Com a orquídea fora do vaso, utilize uma faca ou uma tesoura de jardinagem bem afiada e esterilizada para cortar os rizomas no local desejado, lembrando que cada muda deverá ficar com ao menos 3 pseudobulbos cada. Feito isso, você poderá realizar o plantio das mudas em seus respectivos vasos e dar sequência aos cuidados com as mudas de orquídeas.

Para lhe auxiliar com os cuidados a serem tidos com as orquídeas após fazer mudas, disponibilizamos um cursinho gratuito com 10 aulas sobre como cuidar de orquídeas. Para participar, basta que informe o seu e-mail abaixo:

Previous post:

Next post: