Orquidea Cattleya Como Cuidar

Orquidea Cattleya Como Cuidar

Orquidea Cattleya Como Cuidar

Orquidea Cattleya como cuidar dela é bem simples, está é uma orquídea que se adapta facilmente a diversas condições que possam apresentar o ambiente. A Cattleya é uma orquídea epítifita, ou seja, se fixa em tronco de árvores. Suas flores duram entre 10 e 30 dias em média e você poderá observar sempre flores grandes e coloridas, especialmente, em variados tons de rosa.

Algumas espécies do gênero de orquídeas Cattleya são: Labiata, Intermedia, Nobilior, violácea, Guttata, Loddigesii, Schilleriana, Amethystoglossa, Forbesii, Trianae, Warneri, Leopoldii, Granulosa, Bicolor, Lueddemanniana, Harrisoniana, Purpurata, Mossiae, Percivaliana, Aurantiaca, Maxima, Elongata, Velutina, Bowringiana, Dolosa, Eldorado, Dowiana, Araguaiensis, Gaskelliana, Hibrida, Amaliae, Schofieldiana.

A espécie deste gênero mais famosa é orquídea Cattleya Walkeriana ou popularmente conhecida por Feiticeira. Esta é uma flor rara que foi descoberta aqui mesmo no Brasil, mais especificamente no estado de Minas Gerais por José Dias de Castro, na década de 1960. Essa orquídea é famosa pela forma e simetria perfeita de suas flores e também pela difícil reprodução em série. Muitos especialistas já tentaram por diversas vezes e muitos anos, mas infelizmente não conseguiram realizar a produção em série da orquídea walkeriana ou feiticeira.

Para saber todos os cuidados necessários com as orquídeas, nós preparamos um cursinho com 10 aulas sobre como cuidar de orquídeas. O cursinho é totalmente gratuito e, para participar, é muito fácil. Se desejar ter acesso às aulas gratuitas, informe o seu e-mail no formulário abaixo e lhe enviaremos em seguida a primeira aula:

Orquidea Cattleya Como Cuidar – dicas para cultivar esse gênero

Orquidea Cattleya Como Cuidar

As orquídeas Cattleyas são plantas que apreciam um local bem ventilado, bastante úmido e a luz solar sempre indireta. Uma dica para saber se sua orquídea Cattleya está recebendo a quantidade de luz adequada é observar as suas folhas. Se elas apresentarem um tom de verde muito escuro, é sinal de que a orquídea não recebe luz suficiente. Caso a luz seja em excesso, então as folhas tendem a ficar amareladas.

Comentamos acima que a orquídea Cattleya fixa-se em trocos de árvores. Para auxiliar na fixação, aconselha-se colocar um pouco de substrato junto, como o esfagno. Para quem mora em apartamento especialmente, pode ser que seja necessário cultivar sua orquídea cattleya em vaso. Se esse for seu caso, recomenda-se a utilização de cachopos de madeira ou vasos de barro. Além do esfagno, é interessante misturar casca de pinus e pedra de brita para auxiliar na drenagem. Dica importante: nunca cubra o rizoma desta orquídea com o substrato, pois isso é fatal a ela.

Quando cultivada em vaso principalmente, a orquídea Cattleya precisará ser adubada. Preferencialmente, utilize adubo foliar aplicado pela manhã, a cada 15 dias. É importante nunca colocar adubos diretamente nas orquídeas e evitar a adubação no horário de intensa iluminação solar, pois as orquídeas podem sofrer queimaduras.

No Brasil, a orquídea Cattleya se adapta muito bem em função do clima de temperaturas mais amenas. O ideal para esse gênero de orquídeas é entre 18ºC e 25ºC. Outro fator importante no cultivo são as regas. Regue sua orquídea Cattleya uma vez por semana em períodos de temperaturas amenas ou, se os dias forem muito quentes, regue duas vezes por semana. Em caso de dúvida se regar ou não, uma dica é verificar se o substrato está seco. Se estiver, você pode regar. Se o substrato estiver úmido, então aguarde mais um pouco para regar sua orquídea.

Gostou dessas dicas? Então se inscreva no cursinho gratuito que preparamos com dicas sobre cada fator que influencia no cultivo de orquídeas. Para receber as aulas do cursinho gratuito, basta que informe o seu e-mail logo abaixo:

Previous post:

Next post: