Orquídea sapatinho ou queixuda: qual o nome certo?

Orquídea Sapatinho ou Orquídea Queixuda

Cada orquídea sapatinho tem uma beleza única que deixa qualquer ambiente mais encantador. O seu formato bastante diferenciado das demais orquídeas e as cores em tons rosados e terrosos mesclados com a cor branca, dão um toque delicado ao jardim ou ao ambiente interno que estejam decorando.

A primeira curiosidade em relação à orquídea sapatinho é que ela também é chamada como orquídea queixuda por alguns cultivadores. Qual desses nomes é o correto?

Na verdade, os dois nomes são corretos. Essa orquídea recebe estes dois apelidos por conta do formato do seu labelo, que dependendo do ponto de vista pode remeter a um pequeno sapatinho ou ao formato de um queixo. Ela pode pertencer a dois gêneros diferentes, Paphiopedilum ou Phragmipedium, sendo mais encontradas em regiões montanhosas da Ásia e América do Sul.

Orquídea Sapatinho ou Queixuda no Brasil

No Brasil, a orquídea queixuda mais comum é a Paphiopedilum Leeanum, que pode ser plantada tanto dentro, como fora de casa. Ela possui geralmente tons de branco e marrom e a sua haste pode chegar a quinze centímetros de comprimento.

Orquídea Sapatinho ou Orquídea Queixuda

A orquídea sapatinho tem crescimento monopodial floresce uma vez por ano e suas flores pode durar até trinta dias se bem cuidada! Alguns cuidados básicos serão determinantes para ela manter suas flores por mais tempo: utilize um substrato macio, de musgo e areia para facilitar a absorção da água e coloque sua orquídea em um local onde haja um sombrite, para impedir luz solar direta.

Também é muito importante adubar a orquídea sapatinho a cada dois meses com adubo orgânico, proporcionando a ela os nutrientes necessários.

Sua rega deve ser mais frequente do que outras espécies de orquídeas, porém, a água não pode ficar de jeito nenhum acumulada em seu substrato. Antes de regar a sua orquídea, coloque o dedo ou um lápis dentro do substrato e verifique se está ainda úmido ou seco. Como esse gênero é originário de locais mais úmidos, tendem a gostar mais de água, mas lembre-se que o exagero pode contribuir para o surgimento de fungos e bactérias na plantinha ou mesmo do apodrecimento das raízes, o que pode causar a morte da sua orquídea!

Para saber mais cuidados necessário com as orquídeas cultivadas em casa e apartamentos, participe do cursinho gratuito que preparamos para você. São 10 aulas de puro conhecimento e para recebe-las, basta que informe seu e-mail no formulário a seguir:

Orquídea Sapatinho ou Queixuda é carnívora?

Orquídea Sapatinho ou Orquídea Queixuda

Uma outra característica da orquídea sapatinho, é que ela possui uma armadilha natural para insetos. As cores exuberantes dessa orquídea atraem os insetos, que ao pousarem na flor, acabam caindo no fundo de seu labelo e ficam presos.

Esses insetos se vêm obrigados a passar por uma abertura bem pequena para sair da armadilha e acabam com os polínios da flor grudados em seu corpo. Depois disso, o inseto poliniza outras flores ao pousar nelas.

Em função deste processo, muitas pessoas confundem a orquídea sapatinho como uma flor carnívora. Mas como você pôde perceber, ela não se fecha e nem mata o inseto quando ele entra no labelo da orquídea. A armadilha é na verdade apenas uma forma de atrair os insetos para, de certa forma, forçar a polinização da orquídea queixuda.

A orquídea sapatinho é uma flor de personalidade única, com um formato peculiar, que se tratada com bastante carinho e atenção, retribuirá com muita beleza!

Se você se interessou pelo cultivo de orquídeas, e quer saber mais sobre como cuidar dessas plantinhas, não deixe de conferir o cursinho gratuito que preparamos para você. Nele você vai encontrar dicas muito especiais para cultivar qualquer orquídea na sua casa. Para você receber o cursinho gratuito, informe seu e-mail no formulário abaixo:

Previous post:

Next post: