Orquídea Sapatinho

Orquídea Sapatinho

 

Orquídea sapatinho

Orquídea sapatinho, também conhecida por algumas pessoas como queixuda, tem uma grande peculiaridade no seu formato. O seu labelo tem formato de queixo, ou sapato de bailarina, por isso seus famosos apelidos.

A orquídea sapatinho pertence ao gênero de orquídeas paphiopedilum que possuem origem asiática e também há variedades de orquídea sapatinho no gênero phragmipedium, que mais facilmente encontradas no continente americano, entre o sul do México e Bolívia.

Orquídea Sapatinho e sua características

Orquídea sapatinho

A orquídea sapatinho tem hastes viçosas que chegam a 15 centímetros de comprimento. Suas folhas são em tom de verde vivo, brilhante e em formato estreito e alongado. A orquídea sapatinho floresce uma vez ao ano, entre a primavera e o verão, dependendo da região onde está sendo cultivada e, se bem cuidada, sua floração dura cerca de 30 dias. A qualidade da floração da orquídea sapatinho depende fortemente da luminosidade que a planta recebe.

A orquídeas sapatinho não possui pseudobulbo e caule, por isso, o substrato deve ser bem macio, para que se mantenha úmido. Esse tipo de orquídea tem pouca capacidade de armazenar água, de forma de as regas se tornam mais frequentes. Por essas razões, musgo esfagno e casca de pinheiro são ótimas opções de substrato para a orquídea sapatinho. Lembre-se de sempre conferir se tudo está realmente seco antes de molhar novamente.

Se desejar aprender ainda mais sobre cuidar de orquídeas, acesse o cursinho do professor Alberto. Para receber as aulas, basta nos informar o seu e-mail de contato no formulário abaixo:

Orquídea Sapatinho como cuidar

Orquídea sapatinho

A orquídea sapatinho, como comentamos acima, tem a qualidade de floração diretamente relacionada à luminosidade. Mas então, qual a luminosidade adequada para esta orquídea? A orquídea sapatinho é tolerante às temperaturas entre 10ºC e 30ºC e também aprecia bastante luz indireta. A orquídea sapatinho precisa de uma cobertura para não receberem luz diretamente. Coloque sua orquídea sapatinho em um local que que receba luz solar e utilize um sombrite, por exemplo. Ou mesmo coloque a sua orquídea em um local de meia sombra.

Após a floração da orquídea sapatinho, será o período que você poderá realizar as divisões e transplantar as orquídeas para outro vaso. Neste período, a escolha do vaso é muito importante, precisa de cuidado com o tamanho do vaso em relação a orquídea sapatinho. O vaso não pode ser muito grande, pois as raízes da orquídea sapatinho não se desenvolvem, ficam fracas e não nutrem mais a planta como deveriam. Opte por um vaso do tamanho da orquídea. Realize a troca para um vaso maior quando for realmente necessário.

Para a adubação da orquídea sapatinho não é preciso muito preparo. É uma planta que tem crescimento lento e por isso não requer tantos nutrientes assim. Recomenda-se a utilização intercalada de adubo orgânico e foliar. Utilize o adubo orgânico a cada dois meses e o foliar a cada 15 dias.

Em relação ao substrato da orquídea sapatinho, sugerimos acima a utilização musgo esfagno e casca de pinheiro. Outra opção que se adequa bem a orquídea sapatinho é a mistura de terra com areia, carvão e húmus de minhoca. É importante para este tipo de orquídea que o substrato seja trocado de tempos em tempos, em um período entre 18 e 24 meses.

A orquídea sapatinho é mesmo linda e encanta a todos com sua formosidade. Aprenda como cuidar de orquídeas com o professor Alberto e descubra os segredos das orquídeas de exposição. Para receber mais dicas, inscreva-se no cursinho informando seu e-mail no formulário abaixo. Você irá receber 10 aulas totalmente gratuitas no seu e-mail sobre cuidados com as orquídeas.

Previous post:

Next post: