Orquídeas Carnívoras

Orquídeas Carnívoras

Orquídeas Carnívoras

Orquídeas carnívoras de fato não existem, apesar de muitas pessoas pensarem que sim. Essa confusão ocorre, pois algumas determinadas espécies de orquídeas possuem um sistema que atrai insetos para o interior do labelo e o prendem lá, fazendo com que para sair eles tenham de passar por um orifício onde se encontram os grãos de pólen.

Tudo isso ocorre para que os insetos acabem fazendo a polinizando involuntariamente as flores. Esse sistema é semelhante ao das plantas carnívoras, mas ao contrário delas, as orquídeas não prendem os insetos de verdade pois não precisam de seus nutrientes.

São as orquídeas conhecidas como sapatinho que possuem essa característica que atrai insetos para seu interior e os força às polinizarem.

Se desejar saber curiosidades sobre as orquídeas e os cuidados essenciais com essa linda flor, confira o cursinho gratuito que disponibilizamos. Para que possamos lhe enviar o cursinho, informe o seu e-mail de contato logo abaixo:

Orquídeas carnívoras e sua alimentação

Orquídeas Carnívoras

Mas se elas não precisam dos nutrientes dos insetos, como que as orquídeas carnívoras se alimentam? Existem diversos fatores que influenciam na sobrevivência, não apenas dessas orquídeas, como das outras espécies. Salientando que todos os fatores variam de acordo de espécie para espécie, então antes de qualquer medida ser tomada, é essencial que você identifique a sua espécie, para saber exatamente do que sua planta precisa para crescer bela e saudável.

As orquídeas retiram os nutrientes necessários, de modo geral, dos adubos e fertilizantes utilizados, mas também é muito importante cuidar com as regas. A quantidade e frequência de água que sua orquídea vai precisar depende desde o vaso utilizado e até mesmo da sua disponibilidade para regá-la, além é claro de considerar as temperaturas locais e espécie da sua orquídea de forma específica.

É também se ater ao fator luminosidade e sombra. A maioria das orquídeas não gosta de excessos, então um local adequado seria aquele que receba meia sombra, mas como falado antes todos esses cuidados variam de espécie para espécie.

Existem certos nutrientes que são essenciais para as orquídeas se desenvolverem de maneira correta, sem sofrer deficiência alguma.

Para te auxiliar a identificar a sua orquídea e também a saber quais os nutrientes que não podem ficar de fora de seu substrato, deixamos um passo a passo gratuito pronto para lhe enviarmos por e-mail. Com ele você vai conseguir fazer com que sua orquídea fique linda e saudável. Para recebê-lo, basta que informe o seu e-mail de contato logo abaixo:

Previous post:

Next post: